Ir para o conteúdo

Ana Prestes @DF

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Notas internacionais (por Ana Prestes) 21/11/18

26 de Novembro de 2018, 10:39 , por Feed RSS do(a) Ana Prestes - | No one following this article yet.
Visualizado 2 vezes

– Às margens do Rio Grande, no Texas, estão sendo instalados quilômetros de arame farpado para impedir a entrada de migrantes que compõem as caravanas que chegam provenientes da América Central. *Foto: Thomas Watkins/AFP

– Presidente eleito, Jair Bolsonaro, está em Brasília e se reunirá com embaixadores do Líbano, Rússia e Portugal no dia de hoje.

– Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, recebeu uma carta assinada por 8 deputados do Parlamento Europeu pedindo a suspensão das negociações do acordo comercial entre União Europeia e Mercosul. Os parlamentares citam falas do presidente eleito Bolsonaro para embasar o pedido. Dizem que este está “em total contradição com os valores europeus, com o quadro das Nações Unidas para os Direitos Humanos, e com o Acordo de paris para combater as mudanças climáticas”. O parlamento europeu possui 751 deputados e deputadas.

– Ainda sobre a indicação do embaixador Ernesto Araújo para o Itamaraty, em entrevista ao Brasil de Fato, o ex-ministro Celso Amorim afirmou: “Sei que há muita divergência de opinião no Itamaraty, alguns pensam mais o livre mercado e outros mais como eu penso, mas tudo no domínio da racionalidade, em que o debate é possível. Neste caso o debate se torna impossível, é como ver um filme surrealista com conotações de pesadelo”.

– O que vai ocorrer aos médicos cubanos que atuam no Brasil uma vez estejam de volta a Cuba? – “Terão direito a se reincorporar a seus postos de trabalho em Cuba, em condições similares às que tinham antes de partir. Aqueles que preferirem poderão também prestar seus serviços solidários em outras nações que Cuba atende”, respondeu em entrevista o Ministro da Saúde Pública de Cuba, José Ángel Portal Miranda.

– Ao contrário do que disse nessas notas ontem, Pepe Mujica não foi ao encontro do Clacso em Buenos Aires. Se explicou em carta polêmica que não iria neste momento ao encontro por este ter ganhado ares de contra-cumbre, se referindo à cúpula do G20, e que na posição que ocupa não pode criar desconforto com o governo argentino neste momento.

– Uma frente progressista internacional, organizada pelo norte americano Bernie Sanders e o grego Yanis Varoufakis, convidou Fernando Haddad para seu lançamento. O evento será no próximo dia 1º. de dezembro em Nova Iorque. Neste mesmo dia, Lopez Obrador toma posse como presidente do México.

– Presidente da Colômbia, Iván Duque, disse que o país romperá relações diplomáticas com a Venezuela a partir de janeiro, quando o presidente Nicolás Maduro assume novo mandato presidencial. Caracas reagiu dizendo que as agressões vindas de Duque são usadas para tirar o foco da queda de popularidade de Duque em seu país.

– Venezuela pode passar a integrar uma lista de países patrocinadores do terrorismo estabelecida pelo Departamento de Estado dos EUA, ao lado do Irã, Coreia do Norte, Síria, Cuba e Sudão. A inclusão na lista pode afetar as atividades comerciais do país, principalmente em matéria de petróleo.

– Trump manifestou ontem (20) que pode ser que nunca se saiba sobre todos os fatos envolvendo o assassinato do jornalista saudita Jamal Kashoggi e que há possibilidade de que realmente o príncipe herdeiro soubesse do crime, mas isso não afeta a relação dos EUA com a Arábia Saudita. “Os EUA pretendem continuar sendo um firme aliado da Arábia Saudita para garantir os interesses do nosso país, de Israel e de tosos os outros aliados na região”, disse Trump. Ambos devem se encontrar no final da semana em Buenos Aires, durante a cúpula do G20.

– Já a Alemanha suspendeu a venda de armas para a Arábia Saudita e proibiu viagens em toda a área Schengen para cidadãos sauditas envolvidos na morte do jornalista Kashoggi.

– A primeira-ministra britânica, Theresa May, e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, se reúnem hoje em Bruxelas para discutir o Brexit. No próximo domingo (2) será realizado um Conselho Europeu extraordinário para debater o acordo final do projeto.

– O Brexit possui vários entraves e um deles diz respeito ao status de Gibraltar, território de 32 mil habitantes ao sul da península ibérica que em 1713 foi cedido pela Espanha à Inglaterra, mas que Madri requer de volta. Pedro Sánchez anunciou ontem (20) que votará “não” ao projeto do Brexit, caso não fique esclarecido que as negociações sobre Gibraltar ocorrerão entre Espanha e Reino Unido diretamente, fora do âmbito da UE.

– O Haiti teve ontem seu segundo dia de greve geral. As manifestações têm sido marcadas por episódios de enfrentamento e violência, fazendo com que algumas pessoas deixem suas casas em Porto Príncipe. As manifestações têm como mote um questionamento a gestão dos fundos petrocaribe pelo atual governo.

– O ex-presidente peruano, Alan Garcia, pediu asilo na Embaixada do Uruguai em Lima. Ele está na Embaixada desde sábado (17).

O post Notas internacionais (por Ana Prestes) 21/11/18 apareceu primeiro em O Cafezinho.


Fonte: http://blogoosfero.cc/anaprestes/blog/notas-internacionais-por-ana-prestes-211118